Os nossos autores

Germana Tânger (n. Lisboa, 16 janeiro 1920) é uma das figuras maiores da cultura portuguesa da 2ª metade do séc. XX. Divulgadora de poesia durante mais de quatro décadas, o seu nome ficará para sempre associado à palavra dita, quer através de inúmeras sessões de poesia por todos os continentes, quer através da sua atividade enquanto professora de voz e dicção, no Conservatório Nacional, durante 25 anos.

Professor do Ensino Básico. Publicou em 2008 o seu primeiro livro de poesia, Ninguém Pelas Ondas do Mar Entrando. No Ar.Co (Centro de Arte & Comunicação Visual), realizou a sua formação em fotografia, participando em diversas exposições colectivas neste domínio. Colaborou ainda na revista New Optimism nas áreas de Literatura e Fotografia.

Luís de Morais Sarmento (n. 1961) cursou arquitetura na Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa. Entre 1979 e 1996 participou em várias exposições individuais e coletivas, entre as quais “Terras do Cante”, Beja (Menção Honrosa); “A vinha e o vinho na pintura” SNBA, Lisboa; “Contemporary Portuguese Art”, Jaditte Galleries, New York; “Prémio Fidelidade”, Biblioteca Nacional de Lisboa; “Peintres Portugais”, Bordeaux, França; “Terra Viva” Rio de Janeiro, Brasil; “International Art Horizons”, Photography, New York. Publicou uma brochura de poesia/desenho “Prados Ópticos”.

Além do curso geral dos liceus, domínio do inglês e do francês por ter frequentado escolas das respectivas nacionalidades. Curso sobre «Short stories» no Regent Institute de Londres. Cursos no IADE de Cerâmica (Mestre Calado), Pintura e Desenho (Mestre Lima de Freitas) e História de Arte (Prof. Dr. António Quadros). Devido a uma curiosidade constante assistiu a inúmeros pequenos cursos de variados assuntos. Podendo apenas afirmar-se como autodidata.