WISLAWA SZYMBORSKA

Wisława Szymborska (1923-2012), poetisa polaca, crítica literária, ensaísta, tradutora. Foi laureada com o Prémio Nobel da Literatura em 1996. Pertence à geração dos poetas polacos do pós-guerra que responderam ao repto de Theodor Adorno: Como escrever poesia depois de Auschwitz?
A sua obra poética (14 pequenos volumes) é marcada por algumas características recorrentes: uma atitude de ironia condescendente, a descrição de cenas do quotidiano, a precisão das palavras, a enumeração e a capacidade de rematar os seus poemas com extrapolações memoráveis que remetem para questões existenciais e filosóficas.
Destinou o valor do Prémio Nobel a uma Fundação, cuja missão é promover a literatura polaca e apoiar escritores polacos. Traduzida em meia centena de línguas, Szymborska é uma figura icónica da poesia polaca e mundial, sendo ainda um fenómeno de popularidade no ciberespaço.
Dela disse Woody Allen: “Sou um grande admirador da sua poesia. Li tudo o que escreveu e releio constantemente. É uma poetisa extremamente espirituosa e perspicaz. Tem contribuído enormemente para a minha alegria de viver.”

OBRAS